[ editar artigo]

A CIGARRA BANDIDA

A CIGARRA BANDIDA

O inverno é aquela coisa que chega quase junto com o dia dos namorados e que derruba a energia até dos solteiros mais convictos.

É nesse momento que você se deprime olhando as fotos e declarações de amor nas redes sociais.

Que começa a sentir o pé mais gelado e a cama de casal ainda maior.

Também é nessa época que você cai no falso conto da CIGARRINHA ABUSADA E DA FORMIGA DO COMPROMISSO.

Conta a lenda que a formiguinha do compromisso batalhou no verão pra encontrar sua alma gêmea, pra assistir Netflix, e passa o inverno aquecida, postando fotos nas redes sociais comendo fondue, enquanto a Cigarrinha bandida-abusada, que pensou que o verão duraria pra sempre e que a purpurina jamais sairia do corpo, agoniza com a chegada do inverno.

Mas você já viveu outros invernos e sabe que a história não é bem assim.

Contudo, agora que os dias são tão frios e que o seu abadá não serve nem de pijama, você começa a acreditar nessa história e lamenta todos os boys que você deixou no caminho em prol da bandidagem.

É nesse momento que você começa a cavar no cemitério de mensagens perdidas a procura de um defunto pra reviver.

Mas sua vida não é The Walking Dead pra você conviver com gente morta.

E não adianta cair na cilada dos aplicativos de relacionamento, por que você já sabe de outras “vidas” que não há nada pra você no cardápio e que conversas triviais sobre o tempo e gostos musicais te empolgam tanto quanto a previsão do tempo das últimas semanas.

Não há outra saída, você vai ter que reagir!

Acender essa labareda interior e sentir o calor da rua. Segurar o copo de cerveja trincando com um sorriso na cara e esperança no coração.

Vai mostrar pra sociedade que o termo “Pirigueti não sente frio” foi baseado na sua biografia.

Lembre-se que você é pós-graduada em truques pra badalar no inverno sendo vulgar sem ser sexy, que começam na meia calça invisível e terminam em quantas meias calças é possível usar ao mesmo tempo.

Você é uma DEUSA POLAR que coloca a mamãe Noel no chinelo.

Então já começa a tirar as roupas de inverno do armário, que amanhã é dia de #sextando e eu quero te ver na VIDA.

Partiu dar rolê?

TAGS
Canal Curitiba É
Mariana Raquel Costa
Mariana Raquel Costa Seguir

Nasci Mariana Raquel, mas a vida me fez Diva.

Ler matéria completa
Indicados para você