[ editar artigo]

O #13 demarca as vidas de Moro e Lula

O #13 demarca as vidas de Moro e Lula

O número 13 assusta e atrai muita gente faz tempo.…mas se analisarmos sob a trajetória de dois dos principais personagens da Lava Jato — Lula e Moro —, vamos ver que curiosamente o 13 é marcante. 

Lula é um dos fundadores do PT e ajudou a transformar o 13 em um dos mais fortes símbolos do partido, ao lado da estrela branca sob fundo vermelho. A escolha do 13 como código eleitoral partidário não foi algo pensado, como me explicou o querido amigo jornalista Ari Silveira. A instituição do pluripartidarismo pelo Governo Figueiredo (1979-1985), acabou resultando no surgimento de seis partidos em 1980, que ganharam códigos eleitorais numéricos pela ordem  de registro junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE): PDS (no.1), PDT (no.2), PT (no.3), PTB (no.4), PMDB (no.5) e PP (no.6). Mais tarde, no processo de redemocratização deflagrada com a Constituição de 1988 no Governo Sarney (1986-1990), houve uma explosão de partidos e o TSE atribuiu a ordem de dezenas. No caso, o PT de 3 passa a ser 13

Mas o 13 do PT ganhou projeção de fato, quando Lula materializou os 58 milhões de votos ganhos nas urnas subindo a rampa do Palácio Alvorada, em 2003, aos 58 anos (5+8 soma 13). Aliás, adivinhe qual posição que o Brasil ocupava, em 2003, no ranking global de economias segundo o Banco Mundial e o FMI?  A 13ª posição !

2003 foi exatamente o ano em que Sérgio Moro, aos 31 anos, assumia a primeira Vara Federal de Curitiba que se especializaria em crimes contra o sistema financeiro nacional (SFN) e de lavagem de dinheiro.

Pois é, você sabe qual foi o primeiro dia oficial de existência do novo local de trabalho do juiz Sérgio Moro? Dia 13 de junho de 2003, um dia depois do Conselho da Justiça Federal (CJF) determinar aos cinco Tribunais Regionais Federais (TRF) que temos no país,  que criassem varas para cuidar dos crimes de ordem financeira. Isso porque crescia exponencialmente em todo o mundo, o movimento financeiro do crime organizado e o Brasil precisava entrar no combate também de forma mais organizada. 

Os três estados sulistas que compõem o Tribunal Regional Federal da 4a Região (TRF4) foram os primeiros a seguir a resolução do CJF.  Curitiba ganhava a primeira vara especializada no Paraná. Inclusive,  em função de fazer divisa com dois países e da existência por aqui dos ``reis das CC5`` (contas usadas para remessas ilícitas de dinheiro ao exterior),  nosso estado liderava o número de processos envolvendo lavagem de dinheiro e crimes contra o SFN, com 803 registros contra 359 de Santa Catarina e 340 do Rio Grande do Sul. 

A ``vara`` em questão ( que assumiria a missão de vanguarda de cuidar de crimes de colarinho branco, chamava-se 2ª Vara Federal de Curitiba e localizava-se na Av Anita Garibaldi, 888, no bairro Cabra), contava então, com o maringaense Sérgio Moro como juiz titular e a curitibana Bianca Cruz Arenhart no posto de juíza substituta — ela, aliás, um destaque entre os magistrados federais como a primeira mulher a obter o primeiro lugar geral final em concursos para juiz federal substituto até aquele momento.

Mas aí vem o 13 de novo….a resolução # 20, de 26 de maio de 2003 do TRF4 instituiu o novo papel para a 2a Vara Federal de Curitiba. A título de organizar a competência e colaborar para uma melhor atuação, o tribunal sediado em Porto Alegre determinou  outras quatro resoluções (as  #56 e #63, em 2006, e #18, em 2007). E, finalmente, em julho de 2013, a vara é rebatizada: de 2a Vara Federal de Curitiba passa a se chamar 13a. Vara Federal de Curitiba, mantendo a mesma sede no bairro do Cabral,  e entrando para a história como o local que deflagrou a Operação Lava Jato. 

E qual a diferença entre os anos de 2005 e 2018, quando registra-se o pico dos  processos envolvendo políticos e empresários contra a administração pública no Brasil, os conhecidos Mensalão e Lava Jato? 


Conheça a Praça Lava Jato e todas as demais PRAÇAS que temos no Canal Curitiba É !!!

Sabe que  a `Praça Lava Jato` é pública e você pode participar ? | Esse post faz parte da ”Praça Lava Jato” onde todos são bem-vindos para saber e comentar como essa operação tem transformado a rotina da cidade e colocado Curitiba no mapa internacional com curiosidades, fatos peculiares, histórias que circundam protagonistas e desconhecidos...tudo que seja relevante nesse sentido. 

Se você que está me lendo agora, quiser contribuir para amplificar o conhecimento geral sobre o que está influenciando a operação, por gentileza, comente, fale, traga sua ideia sua ideia, sua informação.

Estamos assistindo a construção de um dos capítulos mais importantes da história do país, bem em nossa cidade. Isso é motivo suficiente pra trocarmos uma ideia a respeito. Comece a participar já!

  1. Você pode postar diretamente na Praça Lava Jato: para isso, registre-se nela e comece já!
  2. Você pode comentar os posts
  3. Também pode enviar sugestões para mim, Sonia: basta clicar sobre meu nome ali na assinatura do post e você chegará ao meu perfil, onde  verá um botão Mensagem. Clique e me escreva ! Será muito bacana ouvir você!.

 

Canal Curitiba É
Sonia Marques
Sonia Marques Seguir

Sou jornalista e expert em soluções em posicionamento de mercado|imagem de negócios, start-ups, ideias e projetos usando vivência e know-how em inteligência de negócios, planejamento estratégico, branding, marketing, comunicação, RRPP e mídia.

Ler matéria completa
Indicados para você